6 de jul de 2016

Eu hei de carregar todas as angústias do mundo dentro de mim

Eu hei de carregar todas as angústias do mundo dentro de mim
A vida não é mais do que acumulação de angústias
Angústia do homem de olhar fundo da sarjeta sem luz no fim do túnel
Angústia da criança sentada na calçada
Angústia da falta da casa amarela
Angústia do homem que deixa o rancho
Em busca de algo que não sabe
E descobre depois de muito muito tempo
Que não há nada que se encontre
Angústia de uma vida inteira
De muitas vidas
Do homem negro gay travesti
Que cantava e queria ser alguém
Angústia da criança que sabia que ia morrer
Angústia da luta de classes
do preto, pobre
do homem velho
angústia de não haver a vida
angústia de não haver sentido
eu hei de carregar todas as angústias dentro de mim
e tentar nomear uma por uma
e ficar de pé
ficar em pé

Nenhum comentário:

Postar um comentário