13 de ago de 2013

...enquanto corria a barca

O problema de ser navegante sem porto é que há sempre o momento de se sentar no cais e ver os barcos partirem - levando com eles o que o mundo, apesar de ser todo teu, não pode dar.

O problema de correr-mundo deslumbrado com tanto céu é não se demorar nos detalhes ao redor.

De qualquer forma, a barca tem sempre de partir.

Ah, eu já disse, mas que dia saudosista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário