28 de abr de 2013

Os 4 Eus

Há o selvagem que quer descobrir o mundo para desvendar a si mesmo.
Há o lobo que apenas se interessa por aquele mundo interno, que atormenta e nunca, nunca sai da própria cabeça.
Há o novo fascinado pela vida diante de si.
Há o velho, que tem a vida como aquilo que cansa, que dói, que perturba e já não pode, não quer e não aguenta.

Todos habitando uma mesma cabeça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário