20 de jan de 2013

Representação Social


     A vida social humana constrói-se através de uma rede de significações. O indivíduo nunca está livre de simbolismos, em qualquer âmbito social em que se encontre. Uma identidade é apresentada e, em seguida, torna-se realidade ao ser interpretada.
     As características do sujeito ou objeto manifestam-se, sendo simbolizadas e ganhando significados.
    
     O real é composto por objetos palpáveis e fenômenos visíveis. No entanto, não se vê a realidade de modo cru. As relações, modos de vida, objetos utilizados diariamente, etc., são constituídos simbolicamente. Os seres humanos são feitos de símbolos e usam de significados que eles próprios atribuem às coisas. Representam e são representados.
     A nossa elaboração psicológica interfere no social e o social interfere em nossa elaboração psicológica (Jodelet, 1990).
     As relações e objetos são encaixados em categorias e nomeados. Dessa forma os sujeitos podem comunicar-se e interagir dentro de uma mesma realidade concreta.
     Um indivíduo nunca deixar de ser social, mas para que isso ocorra é necessário objetivar o subjetivo. Tirar da própria cabeça uma ideia e simbolizar para torná-la concreta. Dar significado ao pensamento para ser compreendido, promovendo as relações interpessoais.


     A Representação Social como Fenômeno - Não se concebe de forma alguma a linha que separa o individual do social porque esta não há. O indivíduo tem no ambiente em que se desenvolve a visualização dos próprios pensamentos e o seu interior indissolúvel do exterior. Nesse desenvolvimento, ele é orientado, não fisicamente, mas socialmente, a fazer o que faz sem tomar consciência do processo.
       Para Moscovici, a Representação Social é fluida, em constante transformação pelas ações dos indivíduos – refletindo o modo de ser do próprio sujeito. Este é atuante e passível de transformações. As relações perpassam-no e ele constrói o que lhe é individual dentro da realidade social, e joga de volta, devolvendo ao ambiente a sua interpretação subjetiva objetivada. As imagens e conceitos são constante e intensamente reconstruídos e ganham, de tempos em tempos, nos significados.

         A partir das relações sociais o sujeito desenvolve-se, influenciando enquanto é influenciado; torna-se parte do ambiente exercendo as suas ações sobre o mesmo enquanto sofre pelas ações ambientais.
     A formação do indivíduo é intrínseca ao social – e vice-versa. O modo como traz a realidade a si mesmo e localiza o subjetivo no ambiente, constituindo as suas percepções é a própria representação social.

2 comentários:

  1. Hi there, constantly i used to check weblog posts here in the early hours in the break of day, for the reason that i love to
    find out more and more.

    Feel free to visit my site ... acheter followers twitter

    ResponderExcluir
  2. After checking out a handful of the blog articles on your blog, I seriously appreciate your way of writing a blog.
    I saved it to my bookmark website list and will be checking back in the near
    future. Please visit my web site too and tell me what you think.



    Also visit my web-site - acheter des vue sur youtube

    ResponderExcluir