26 de ago de 2012

A Dor como um Experimento


    Há experimentos sobre o funcionamento da mente baseado nos comportamentos sujeitos a condicionamentos operantes e respondentes e/ou outras relações de estímulo-resposta.
     A dor, característica intrínseca dos seres possuidores de sistema nervoso, causada por questões fisiológicas, biológicas e ambientais, funciona como um condicionamento.

"De uma maneira geral, o estudo da dor está inserido no estudo do controle aversivo do comportamento: são analisadas as relações onde a ação do indivíduo produz a inserção de estímulos geradores de desconforto/sofrimento (punição positiva), outras onde sua ação pode evitar ou eliminar algo desagradável (esquiva e fuga, respectivamente) ou, ao contrário, gerar a perda de algo desejável (punição negativa). São também condições geradoras de sofrimento aquelas nas quais o indivíduo não atinge os critérios para reforçamento, outras onde ocorre a interrupção de ganhos ou de situações prazerosas que vinham sendo usufruídas (extinção), e aquelas onde o estímulo aversivo independe de qualquer ação do indivíduo (incontrolabilidade). Por fim, é crítico que aspectos do ambiente pareados a essas condições podem se tornar igualmente desagradáveis ou fontes de sofrimento, ou seja, podem se tornar novos aversivos para o indivíduo. Se todas essas condições podem ser fontes potenciais de dor, e se não há contingência que não envolva ao menos algum desses componentes aversivos (Perone, 2003), isso equivale a dizer que dor, nas suas diferentes nuances, é um sentimento inerente à vida: pode ser minimizada, mas não excluída; pode ser benéfica, necessária à sobrevivência, mas pode também se tornar um problema. O enfrentamento dessas contingências, que pode depender de haver ou não outras alternativas vigentes, vai determinar a qualidade de vida dos indivíduos a elas submetidos."
(Hunziker,2010)

2 comentários:

  1. A dor para muitos é um sofrimento que desencadeia inúmeras doenças, causa depressão... Porém, de um lado mais humanista e espiritual, a dor é essencial para a existência humana, sem a dor o ser não evolui, não cresce como pessoa. Não existe alguém que não foi tocado pela dor, ainda que insista em dizer isso. È como se fosse parte do ciclo vital, a dor como experimento para uma vida melhor. É preciso a perda para ganhar, é preciso frustra-se para aprender o que realmente tem valor. Enfim, a dor é um ciclo, curar a dor e sarar a alma.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal o texto!
    Passando pra avisar que já fiz o post sobre a pulseira spike, dá uma conferida lá!
    Beijos

    ResponderExcluir