13 de jan de 2012

Clichê anti-BBB - um problema?


     Algum tempo atrás o BBB era febre, e a maioria da população tinha apenas comentários bons sobre o programa - os revoltados anti-qualquer-coisa criticavam essas pessoas, chamando-as de alienadas, clichês, etc. Hoje, vemos um "progresso": as mesmas pessoas que outrora assistiam o programa passaram a criticá-lo fortemente, deixando claro o quanto repudiam esse tipo de frivolidade: a imposição da mídia sobre o padrão de beleza, o baixíssimo nível cultural, o interesse por coisas que não levam a nada, etc. - os revoltados anti-qualquer-coisa criticam essas pessoas do mesmo modo.
     Tudo bem que criticar programas da Rede Globo, músicas pop's do momento e qualquer tendência sem nenhum atrativo cultural/intelectual está tornando-se algo realmente clichê, no Brasil. Acho que talvez essa seja a nova "tendência". 
     Tendência em repreender o BBB, humorísticos como Zorra Total, músicos como Michel Teló, interferência da mídia na política brasileira, etc. Eu realmente tenho visto tais censuras o tempo todo no facebook, twitter, entre outros do gênero. Todavia, senhores superiores, isso não poderia ser algo bom? Será que não é o início da evolução que tanto esperávamos? Até ano retrasado minha revolta contra a Globo e seus programas era compartilhada com pouquíssima gente. Hoje, eu observo praticamente calada eles enxergando por si próprios os absurdos da nova época. E, no fim, eu fico imensamente contente com esse novo clichê. A nova tendência pode ser favorável. As pessoas estão manifestando-se cada vez mais. Elas começam dizendo que não gostam de programas fúteis; em seguida elas realmente passam a não participar destes; por conseguinte elas gastam o seu tempo com atividades mais interessantes; e quando percebermos, a ignorância brasileira ficou no passado. É questão de tempo. É questão de compreender.
      Em breve, será comum vermos manifestações contra a política brasileira com boas bases. Então, os anti-qualquer-coisa aparecerão pra criticar o clichê disso também.

    A questão é, por um segundo, tentar compreender no lugar de criticar; dar um fundamento aos seus argumentos que vão além de "isso é clichê". Críticas sociais apenas para mostrar superioridade intelectual sem um real valor para a sociedade são insignificantes. 
     A compreensão é que pode salvar o mundo.

3 comentários:

  1. Todo mundo sabe que o BBB é uma porcaria e que a audiência cai a cada ano. Contudo o que interessa para a globo é fazer caixa no início de ano quando as grandes atrações da emissora estão de férias. Concordo com a Globo. Tem que ganhar dinheiro mesmo. Quem não gosta, como eu, não assiste.

    ResponderExcluir
  2. aiaiai..esse negocio de BBB mata...a rejeição esta em alta com isso, e em breve, logo logo isso sumirá....isso seu é clichê, mas é justo!

    http://guilg7.blogspot.com/

    vlw...

    ResponderExcluir
  3. Tenho reparado a mesma coisa que você reparou, de uns anos pra cá as pessoas tem perdido o gosto pelo programa.

    ResponderExcluir