10 de out de 2011

A boy I never knew

  Ela abriu os olhos e se deparou com a parede rubra de seu quarto e a janela com a veneziana inteiramente aberta, o modo como ela costumava dormir - com débil claridade, observando o céu negro sem estrelas, imaginando o infinito. Anna lembrou-se de tudo, do Universo Fantástico e de John, todavia, como se tivesse sonhado, como se fosse um absurdo irreal. Como se não passasse de sua imaginação. A carta que John escrevera-lhe estava aberta na mesinha ao lado da cama, todavia, no Universo Real a carta estava em branco. Ainda assim, ela lembrava-se de cada palavra que estava escrita na carta e perguntava-se. "Isso é real? Não pode ser." Não era normal, ela deveria estar ficando doente, no entanto ela sentia John. Ela sentia-o mais do que qualquer outra coisa. Ela sentia aquele outro mundo imaginário. Não sabia o que pensar, não sabia o que era certo e errado. Contudo ela sentia como nunca aquele garoto que jamais conheceu.

  Eu sinto você em minha volta. Sinto a sua perfeição. Eu daria qualquer coisa para ter você aqui verdadeiramente ao meu lado - qualquer coisa. Eu adoraria ver seu sorriso, se é como eu realmente imagino. Se o seu olhar é tão verde e brilhante como em meus sonhos. A sua imagem e perfeição movem-me por turbulências e obstáculos da vida. Tempestades incessantes me encaminham para o mar, onde eu poderia encontrar-lhe. Assistir as ondas, perder-me em ti. Meu desejo e sonho. Parece que sucedeu há anos passados, mas o sinto forte e intensamente, como a mim mesma.
  Você, garoto que eu jamais conheci, é minha alma e minha mente. É todas as minhas sensações. E o ar passando sobre mim, é o seu abraço. E o som do mar é a sua voz, falando-me para esperar. É minha esperança e todos os meus desejos. É tudo o que eu queria. Minha alegria, meu lar. Talvez eu esteja enlouquecendo e nada disso seja realmente real. Não é real. É a minha alma e meu coração. Meu corpo e meu sangue. Minha vontade e minha fé. E eu passarei a minha vida a esperar o homem que eu nunca conheci - nunca conhecerei.

Um comentário:

  1. primeira vez aqui. parabens pelo blog1 muito legal mesmo1..vc escreve muito bem. gosto de textos originais e criativos com o seu.
    blogestarcomvoce.blogspot.com

    ResponderExcluir