7 de set de 2011

Borboletário

Inspira: corpo de volta à superfície. Expira: imerges, como sentes.
Inspira: sobes. Expira: Desces
Inspira. Expira.
Inspira.
Expira.
Respira.

A água entorpece meu corpo
Como ninguém mais o faria.
E a borboleta que beija meu rosto,
Sente meu gosto
E tão vazia,
Que voa.
Tão leve, vazia, vadia
Voa.

2 comentários:

  1. Nossa,super interessante..adoreii!! adoreiii!! muito bom!>..Bom Feriado!!!!

    ResponderExcluir