23 de set de 2010

Voz interior

  Em luta com o que tem habitado seu corpo e lhe consumido a alma, ela se esforça para prender lágrimas que insistem em fugir.
  Esse estranho que tem a-dominado, já não a-deixa respirar, como se tivesse algo trancando-lhe a garganta. Um grito, que ela precisa, mas não pode soltar.
  Ela bem sabe o que é isso, afinal passara noites em claro para descobrir que não era angustia, nem a procura pela paz. Esse inferno interno, nada mais é que seu interior querendo, ambiciosamente, se tornar, também, exterior.
  É o seu ser tentando vir à tona. Contudo existem vozes que ela ouve do lado de fora, questionando-a, perturbando-a, confundindo-a. Essas vozes, que se apoderam dela, a-impedem de desabrochar seu ser.
   Levando uma vida imposta, fazendo e sendo o que dizem ser correto, mesmo contradizendo-se.
   Submetendo-se às vozes ela se perde do seu ser.
   Então ela abafa o grito que vem de dentro e a única voz que ela deveria ouvir, ela ignora. Logo sua vida já não lhe-pertence; somente suas lágrimas, o apelo pela verdade, o apelo da voz que vem de dentro.

4 comentários:

  1. Esse texto tá demais, é incrível como você conseguiu descrever tão bem esse sentimento que não tem nome(ou não conheço), e que - infelizmente - também faz muito parte da minha vida. As pessoas, o mundo, acabam afastando a gente de nós mesmos,e só nós podemos nos salvar...

    O terceiro parágrafo particularmente seria um prato cheio pra um psicanalista hahaha . Não tô querendo dizer que você é maluca(todo mundo pensa isso hauheasi), mas é que você resumiu muito bem grande parte da psicanálise só nele. =)

    ResponderExcluir
  2. Aliás, obrigado pela visita e pelo comentário! Eu citei aqueles 3 personagens porque são todos personagens atormentados, e Júlian já não se identificava mais com eles porque ele não era mais. Pelo menos foi o que pensei, mas só por que escrevi não significa que minha interpretação seja melhor ahahaha

    Ah,e meu comentário no outro comentário foi porque eu estudo psicologia =D

    ;)

    ResponderExcluir
  3. Vc escreve muito bem mesmo!
    Talvez seja por isso que as pessoas escrevem... É a melhor forma de externar aquilo que não se diz!
    Obrigado pelo comentário no meu blog!
    (to te seguindo)

    ResponderExcluir
  4. (quer dizer, ainda não estou... Não tá querendo seguir ¬¬¬ -mas assim que possivel eu te sigo, pra acompanhar td o que vc escreve, abraço)

    ResponderExcluir